The Sound Of Philadelphia

the-sound-of-philadelphiajpg

Hoje vamos curtir dois módulos do som que veio da Philadelphia , o primeiro módulo tem a duração de 31 minutos e tem os seguintes sons :

Silk – I Can’t Stop Turning You On / Archie Bell & The Drells – Don’t Let Love Get You Down /
Dee Dee Sharp Gamble – Easy Money / People’s Choice: Movin In All Directions (Re-edit) /
The Modulations – Rough Out Here / Billy Paul: How Good Is Your Game / Archie Bell & The Drells – Strategy / Jean Carn – My Love Don’t Come Easy / Dexter Wansel – Sweetest Pain

O segundo módulo é composto pelas seguintes músicas, com duração de 40 minutos :

The Jones Girls – Nights Over Egypt / Melba Moore – You Stepped Into My Life / William Devaughn – Be Thakful For What You Got / Double Exposure – My Love Is Free / Harold Melvin & The Blue Notes – Bad Luck / First Choice – Are You Ready For Me / Philadelphia International All-Stars – Let’s Clean Up The Ghetto (Instrumental) / Eddie Kendricks – Going Up In Smoke

Ouça , baixe essa super sequencia de qualidade do melhor do som da Philadelphia By Dj Anonymous .

Dj Anonymous – The Sound Of Philadelphia Parte  1

Dj Anonymous – The Sound Of Philadelphia Parte 2

Anúncios

New York Express uma viagem de trem com o Julinho Mazzei

trem-expresso1

wbls-new-york

Já viajei com o comandante Julinho Mazzei de avião, de onibus e agora que tal  viajar de Trem através do programa New York Express ?, e o condutor é Julinho Mazzei , esse programa rolou na Bandeirantes Fm 96.1 , note que durantes as músicas aparece um apito do trem , e as músicas são  demais, mais a frente voce podera ouvir o Julinho fazendo locução , esse programa eu achei nas viajadas pela internet e de quebra vai um programa com Timmy Regisford e Boyd Jarvis do ano 1983  pela WBLS de New York intulada a melhor rádio do mundo .

Então é só clicar nos links abaixo , deixe seu comentário , divirtam-se .

New York Express Bandeirantes Fm 96.1 (Julinho Mazzei)

Boyd Jarvis And Timmy Regisford – WBLS Circa 1983

Conexão Europa Special com Cesar Rosa Direto de Lisboa

Post especialísimo com uma hora de programa (exatos 59 minutos e 32 segundos) , é o Conexão Europa com Cesar Rosa , o ano ? 1990, esse programa éra transmitido pela Bandeirantes Fm 96.1 de SP ,  essas relíquias só são possíveis devido aos amantes da boa música e dos bons programas do passado , anos 80 e 90 , esse programa eu consegui graças a um chegado lá do Maranhão , o Talvane Lukatto , esse aficcionado pelo rádio apesar de ter apenas 33 anos o cara é ligadíssimo em rádio e tem muitas preciosidades como essa que estou postando,e mais o arquivo foi gravado com uma excelente qualidade em 256 kbps ,  acessem o site dele , é só clicar em cima do nome dele.

Gostaram ? , comentem .

Agora uma entrevista com o Cesar Rosa feito pelo Jason Lee do Site Tudo Radio.com , no final da entrevista tem um link para baixar o programa com Cesar Rosa direto de Lisboa  boas audições , recordar é viver como diz o Dionisio Codama do site coelho Aimoré :

Entrevista abaixo foi no ano de 2004 , extraída do Site Tudo Rádio.com

César Rosa

A coluna de hoje trás uma entrevista com uma das lendas do rádio. Ele com certeza influenciou e ainda influencia muita gente. Aos 44 anos, com passagens pelas grandes emissoras do Brasil e Portugal, é casado e tem dois filhos. Até algumas semanas atrás era o diretor geral da Band FM de Araraquara SP. Agora voltará a cuidar da coordenação da Rede Band FM Sat, seu antigo cargo. Estou falando do “mestre” César Rosa.

Jason: Conte um pouco de sua história, quando você começou no rádio?

César: Comecei ainda cedo, em 1973, tinha 13 anos, já como locutor. Na minha vida profissional tudo aconteceu muito cedo.

Jason: Quais as rádios que você já trabalhou?

César: No começo passei por algumas emissoras de AM, pois o FM era novidade, nos anos 70 Radio São Joaquim, onde comecei, ORC, em Orlandia, Renascença em Ribeirao, já na decada de 80 em São Paulo na Excelsior AM (Hoje CBN) e ai começou o boom da FMs paulistas. Trabalhei na Transamérica, Cidade, Jovem Pan (AM e FM), Globo FM, Band FM, Clube FM (Ribeirao), Alpha FM e Nova FM.Trabalhei ainda na Cidade de Lisboa em Portugal.

Jason: Quanto tempo você ficou em Portugal, e como foi trabalhar lá?

César: Foram 2 anos de 90 a 92. Foi uma boa experiência, tanto de vida como profissional. Estava começando o advento da informatica no rádio e quando voltei ainda demorou pra ser implantado aqui. A minha vida e os meus conceitos mudaram muito depois de passar esse período longe do Brasil. Era uma época de inflaçao alta aqui, O patriotismo em baixa, Collor presidente…mas mesmo assim quiz voltar, afinal a saudade falou mais alto.

Jason: Algum fato engraçado que merece ser lembrado, na terra de Cabral?

Cesar: Tenho muitas e boas histórias de lá. Mas vou só lembrar uma que aconteceu no ar e só ficou engraçado por causa da diferença da língua. Fazer um bico, aqui no Brasil todo mundo sabe que é fazer um complemento de renda, um biscate. Pois é, numa troca de horário de locutores o cara disse que estava saindo mais cedo, eu brincando disse que iria fazer uns bicos, senti o cara assutado, mas mesmo assim insisti, é um bicos de motorista de táxi. Ele colocou uma vinheta, foi pro break e falou: tu és louco, óh pá? Sabes lá o que é “um bico” cá em Portugal?….Resumindo: falei algo equivalente a fazer sexo oral, sem frescura, fazer um boquete, nos motoristas de taxi. Pior, eu ia embora pra casa de taxi, e a radio era a mais ouvida, então imagina como o motorista ficou me enchendo no trajeto.

Jason: Como era fazer o Conexão Europa. Em quantos rádios ele era transmitido?

César: Era um prazer muito grande, pois era meu elo com o radio do Brasil, além é claro da oportunidade de mostrar as novidades pros amigos que sempre ouviam o programa.

Jason: Muita gente diz que se “espelhou” em você. E César Rosa, se espelhou em quem?

César: Fico lisongeado com isso e a responsabilidade aumenta. Quanto aos meus espelhos, como comecei cedo, vieram do AM, foi Hélio Ribeiro na Bandeirantes, Antonio Celso na Excelsior, o pessoal da Difusora, o rádio no Rio também tinha excelentes profissionais na época, eu ouvia principalmente a noite, o Big Boy na Mundial, sem falar da Jornal do Brasil.

Jason: Você é o ídolo de muita gente no rádio. Como se sente com isso?

César: Como eu disse, a responsabilidade é grande, a gente não pode deixar o espelho se quebrar. Agradeço sempre que posso a todos que ajudam a contar estas histórias.

Jason: Seus filhos Samanta e Gabriel pretendem seguir carreira no rádio?

César: Diretamente não, mas a Samantha está na area de Propraganda e Marketing e o Gabriel está cursando Jornalismo.

Jason: O rádio de hoje, merece mais críticas ou elogios?

César: Quando alguém dizer que só tens elogios, fuja que é fria. A gente tem viver numa busca constante da perfeiçao, experimentar o novo é necessário, conhecer outras formas de se chegar no mesmo lugar. Reinventar sempre. Acho que houve uma época mais “romantica” no rádio onde os profissionais eram em menor numero e mais preprarados. Hoje talvez em funcão dos cursinhos preparatórios tenham surgido mais pessoas habilitadas do que talentosas para o rádio.

Jason: Quando você assumiu a Band FM de Araraquara em 99, ela não estava bem. Agora a situação é outra, a rádio é 1º lugar. “Dever cumprido”?

César: Sinto que cumpri um ciclo da minha vida.

Jason: Você volta a coordenação da rede, seu antigo cargo. Como é cuidar de 46 afiliadas?

César: Ainda nao existe nada de concreto. Mas o trabalho na verdade é fácil, afinal são 46 vezes todas as areas que compõe cada uma das emissoras cobrando e surgerindo soluções e quase sempre o problema de uma pode ser a soluçao para outra.

Jason: Se você tivesse uma rádio que tipo de programação ela teria?

César: Depende do mercado onde ela estaria atuando. Hoje com tantas pesquisas existentes o nosso trabalho foi facilitado, depois de analizar uma pesquisa qualitativa fica dificil nao acertar…ainda mais se tiver alguém com “feeling” por traz.

Jason: Não sente vontade de apresentar um programa novamente?

César: Sinto sim, mas ao mesmo tempo sinto também que sai do ar numa boa hora. Pra não perder o costume ainda “brinco” de fazer de vez em quando, um “Conexão Europa”, e continue gravando comerciais também.

Jason: Que tal dar alguns conselhos para quem está começando?

César: Faça tudo sempre com muita paixão, procure sempre, sempre mesmo, se informar. De tudo um pouco. Procure ser feliz naquilo que voce faz.

Jason: Estamos no final da entrevista, e para encerrar um ping-pong:

Apelido: Atualmente o mais usado é “Véio”
Cor: Azul
Bebida:Agua Mineral das Montanhas do Sri Lanka, rsrsrsrs
Esporte: Sentar na frente da TV e assistir F1 – tenho um monte de corridas gravadas
Prato preferido:churrasco
Defeito:ser bonzinho demais
Qualidade:ser bonzinho demais
Música preferida:é dificil falar de uma só…Angie (R. Stones), Quase um segundo (Paralamas), Cabocal Tereza…..
Filme:Casa Blanca, ET
Time:Sao Paulo (viadinho é a mãe)
Rádio:Todas onde trabalhei…afinal sempre falamos assim (eu , minha mulher e meus filhos) “A melhor rádio é aquela onde voce está”

Jason Lee Comenta:

Tive a honra e o privilégio de entrevistar um dos maiores nomes do rádio brasileiro. César Rosa, sem dúvida nenhuma deve ser referência profissional e pessoal, a todos que estão ou pensam um dia, em entrar no rádio. Obrigado “mestre”, que DEUS, continue te ilmuninando.

Conexão Europa com Cesar Rosa Direto de Lisboa