Arquivos do 4shared

Pessoal infelizmente o 4shared encerrou minha conta, dizendo que infringi direitos autorais, tudo que postei até hoje é em forma de mixes , nenhuma musica foi postada de forma individual, por favor aguardem que em breve vou disponibizar novamente os arquivos dos posts , grato pela atençao.

Os posts mais atuais já estão com os arquivos no mediafire.

SADE na Turnê Lovers Rock em 2001 na California

Sade Lovers life

Data de Nascimento:16-01-1959

Local de Nascimento:Ibadan
Nome Verdadeiro:Helen Folsade Adu
País de Origem:Nigéria

Desde a sua estreia, em 1984, que Sade fez sensação no mundo da música pop. A partir daí, esta artista multifacetada, sempre fez notar a sua presença pela sua qualidade. Como figura mediática, caiu na graça dos mídia devido ao seu estilo cool e sensual, que lhe valeu muitas capas de revista que contribuíram bastante para a criação do seu culto. Mas a verdade é que Sade não se fica por aí e, apesar de tudo isso, está o seu inequívoco talento como cantora e compositora, que a tornou numa das cantoras mais admiradas dos dias de hoje.
Helen Folasade Adu, nasceu em 1959 em Ibadan, na Nigéria, filha de pai africano e mãe inglesa. Depois da sua mãe ter regressado a Inglaterra, Sade, cresceu em Londres, na zona do North End. Começou a desenvolver a sua belíssima voz desde a adolescência, trabalhando e ao mesmo tempo em dentro e fora do mundo da música. Na lista dos seus cantores preferidos estavam Ray Charles, Al Green, Aretha Franklin e Billie Holiday.
Sade estudou design de moda no St. Martin’s School Of Art, em Londres, ao mesmo tempo que fazia passagens de modelos. Por volta de 1980, começa a estudar harmonia vocal com um grupo de música latina funk, chamado Arriva. Um dos seus temas mais populares era um original de Sade escrito com outro membro do grupo, Ray St. John, “Smooth Operator” que, mais tarde, se viria a tornar no seu primeiro sucesso a solo. No ano seguinte, ingressa, como voz de apoio, em nova banda, os Pride. O grupo incluía aqueles que viriam a formar a banda de Sade: Stuart Matthewman (guitarra e saxofone), e Paul Denman (baixo). O grupo começa a tocar muito em Londres começando a dar nas vistas, muito graças à voz de Sade. As editoras propõem então contrato, mas apenas para Sade, o que a banda não aceita. Mas passado um ano sobre a proposta inicial da Epic Records, os elementos restantes aceitam o desmembramento da banda e dizem a Sade para seguir o seu caminho. Conselho que segue, arrastando consigo Matthewman e Denman para a formação de um novo projecto que, mais tarde, é complementado com a entrada de Andrew Hale (teclas).
O seu álbum de estreia, “Diamond Life” entrou para o top ten do Reino Unido, no final de 1984 e, na Primavera de 1985, chega ao disco de platina, graças à força dos top ten singles, “Smooth Operator” e “Hang On To Your Love”.
O seu segundo trabalho “Promise”, de 1985, incluía “Never As Good As The First Time” e “The Sweetest Taboo” , que permaneceu nas tabelas pop norte-americanas, durante seis meses. A popularidade de Sade dispara em 1986, vencendo o Grammy na categoria de Revelação do Ano.
O seu terceiro álbum surge em 1988 e chama-se “Stronger Than Pride”. Com este trabalho conquista o seu primeiro número um nas tabelas soul, com “Paradise”, “Nothing Can Come Between Us” e “Keep Looking”. Fica sem gravar durante os próximos quatro anos, até que lança “Love Delux”, que continua na senda do sucesso, mais uma vez, graças a fortes temas como “No Ordinary Love”, “Feel No Pain” ou “Pearls”. Enquanto os produtores dos seus álbuns Mike Pela, Matthewman, Denman e Hale seguiram outros projectos, Sade opta por manter um low profile, apesar da expectativa quanto à reunião dos membros do projecto.
Em 1994, reúne os seus momentos mais memoráveis da sua primeira década de carreira sob o título “Best Of Sade”. Finalmente, depois de oito anos sem gravar, regressa em 2000, com o seu mais recente “Lovers Rock“.

Então é só clicar no link abaixo e curtir 01h18min de Sade :

Sade Lovers Rock Live

On The Traxx com Luiz Laffey

ImagemImagem

Depois de um bom tempo sem publicar, finalmente voltei

Vamos curtir uma  sequencia de 2 horas com Luiz Laffey e seu programa On The Traxx, que infelizmente deixou de ser produzido , pelo menos por enquanto, esse programa estava sendo executado nas Radios : Radio Blog , Radio Pool entre outras, excelente programa com ótimas sequencias de house  bom gosto a toda prova, dentro dessas duas horas com locução do Laffey, esse é o programa nº 178 , é só clicar no link abaixo e viajar ao som do V8 do Laffey a toda velocidade em pistas apropriadas para dar um gás total.

On The Traxx Radio Show  – Luiz Laffey pgm 178